• Cell: 0969413856
  • De lunes a viernes ( Varios - Horarios )
Blog Canción de la semana

Blog

blog

Canción de la semana

  • by candeias
  • 29 septiembre, 2014

Título: Sou Candeias

Coro: Sou Candeias, sou Candeias

Cantando eu falo assim
Candeias e impar pra mim
Sou feliz e hoje posso dizer
Fazer parte do grupo pra mim é um prazer

Liberdade é desfrutar do prazer
Do jogar capoeira pra la e pra ca
Sou candeias e meu maior prazer
É viver capoeira e jogar

Berimbau atabaque e pandeiro
E a luz desse candeeiro
Acendeu a chama em Goiás
E hoje brilha pelo mundo inteiro


Título: Se o Gunga Chamar
Sai de casa já tá no pensamento
Vô encontrar meu mestre
Amigos de treinamento
Já sei o que vai acontecerCORO:SE GUNGA CHAMAR
MÉDIO INVERTER
VIOLA CHORAR
MOLHO TEM DENDÊ (CORO)Atabaque rufou
Pandeiros tá estalando
Agogô repicou
Bate palmas acompanhando

O canto arrepia
Envolve, maré molência
Emanando energia
Responde o coro nessa cadência

Capoeira agachou
Louvação, pé do berimbau
Na sua crença rezou
Saiu pro jogo, no ritual

Ginga, negaceia
Faz curva, engana no jogo
Ta perigoso, sapateia
Mandinga quem é mandingueiro

O mestre grita iê
A roda tá acabando
Escuta o que eu vô dizer
Eu volto a qualquer momento


Título: Adeus Senzala

CORO:
Le le le le le le le
Le le le le le le le

Negro que vinha fugido da senzala
Fugia pra mata pra liberdade ter
Na pele sentia maldade de verdade
Adeus senzala nunca mais querai te verCOROOi na senzala negro era acorrentado
Apanhando e passando dia sem comer
Mas dentro do peito crescia uma vontade
Vou fugir pro quilombo pra liberdade terCORONaquele tempo negro era perseguido
Maltratado pelo chicote do feitor
Amarrando tronco ele era punido
Com sofrimento e muita dor

CORO

Título: Navalha não me corta

CORO:

Navalha quer me cortar,
não corta não,
não corta não,
não corta

Navalha é a língua do falador,
navalha não me corta não senhor
Navalha não corta não

CORO

Navalha passou raspando por aqui
Navalha quer fazer o mal a mim
Mas eu tenho o corpo fechado
Navalha, eu dou conta do recado
Navalha não corta não

CORO
———————————–

CORO:

A gente leva rasteira,
tem delas que vem pra matar
Mas quando a rasteira não mata
aproveite pra se levantar

Eu já levei rasteira de inimigo,
com essa eu quase me acabei
Levei rasteira da falsidade
com essa eu quase me descontrolei
Tocando o meu berimbau e cantando
vou lhe revelar um perigo
Que a pior das rasteiras na vida
é quando ela vem de um amigo

CORO

Com a rasteira não se brinca,
ela é como a espada de dois gumes
É mexer com filho de leão,
zangar a mulher que tem ciúmes
É cutucar a serpente
sem saber do que ela é capaz
É acreditar no mocinho
quando na verdade ele é o capataz

CORO

Existem rasteiras na vida
que querem nos desanimar
Rasteiras por trás de sorriso,
que as vezes nos quer enganar
Mas é bem verdade meu mano,
pra cada rasteira há uma esquiva
Por isso quando ela vier,
levante a cabeça e dê a volta por cima

CORO
———————————–
Aai, tira a mão do balaio alheio,
no balaio alheio ninguém bota a mão
Ô tire a mão do balaio alheio,
no balaio alheio ninguém bota a mão
Mas vai tirando a mão…

CORO

do balaio alheio

 

Título: Vou esperar lua Voltar

Eu Vou esperar a lua voltar
Eu quero entrar na mata ê
Eu vou tirar madeira boa
pro meu berimbau fazer

Madeira boa é como amizade
É difícil de encontrar
Amizade eu guardo no peito
E da madeira eu faço meu berimbau

Coro

A noite chega eu entro na mata
Lua clareia para eu procurar
Jequitibá e Massaranduba
O Guatambu eu devo acharCoro

Se Mestre Bimba estivesse aqui
Pra me ensinar escolher madeira
Eu entrava agora na mata
Tirava Ipê e Pau-Pereira

Coro

Na velha África se usava o Ungo
Nas grandes festas religiosas
O Quijenge no dialeto Imbundo
É o berimbau que conquistou o mundo

Coro

Ê, na lua cheia vou colher os frutos
E na minguante eu tiro a madeira
Vou pra fazer o meu berimbau
Vou pra tocar na capoeira

 

Título: Quem sabe responder
CORO:
Quem sabe responder
Quem pode explicar
Vem berimbau dizer
Vem berimbau mostrarMeu mestre sempre falaDe ganhar e perder
Estando preparado
Pro que aparecerCapoeira nasceu
Da dor da escravidãoHoje é alegria
Cultura, educaçãoE por que Mestre Bimba
Não sendo mais rapaz
Quis recomeçar a vida
No estado de GoiásDiz por que Seu Pastinha
Não teve outra saída
Tanta dificuldade
No final da sua vidaSerá que no passado
Puderam imaginar
Que hoje a capoeira
Chegaria onde estáTítulo: Hoje eu tava pensando en casa.CORO:

Hoje eu tava pensando em casa
E lembrei da história de vovó
que dizia que o filho que tem família
pois nessa vida ele nunca fica só.

Coro

O Mestre serve para te dar conselho
Puxar orelha quando estiver errado
Ele diz que é melhor andar sozinho
Por muitas vezes, do que mal acompanhado

Coro

Ei você que está ai pelo mundo
A capoeira por você vai sempre olhar
Siga treinando e por favor não se esqueça
Você faz parte da família Abada

Coro

Vá com Deus siga o seu caminho,
o mundo inteiro você tem que viajar
Mas não se esqueça do que agora eu vou dizer
A melhor viagem é na hora de voltar

 

 

Título: Ê Marinheiro.
Ê Marinheiro
Aguenta a maré
Maré vai passar
E só você ter féA maré só derruba
Quem não acredita
Quem fala e não faz
Quem não luta por conquistas

E nesta correnteza
Eu sou mais você
É seu dia a dia
Que vai fazer vencer a maré

Passando a maré brava
É que nos ensina
É o que nos fortalece
A dar volta por cima

Garoa não é tempestade
Este é o seu mar
Não é qualquer garoa
Que vai lhe derrubar

Lambari de água doce
Se afoga no mar
Então marinheiro
A maré vai passar